Análise para casos de animais peçonhentos ou venenosos – IVISA RIO

Essas informações foram úteis?
O que é?
Análise da presença e identificação de animais peçonhentos ou venenosos (aranhas, lacraias, escorpiões e lagartas) em residências, locais públicos, instituições públicas ou privadas e empresas. Acessar o serviço
ou
Prazo esperado
Até 21 (vinte e um) dias corridos.
Veja serviços relacionados em:
  1. O cidadão pode entrar em contato com a Prefeitura através da Central de Atendimento 1746 de diversas formas:
    • Via telefone através do 1746;
    • Via aplicativo para smartphone disponível para os sistemas Android e IOS. Através da plataforma o usuário pode registrar sua solicitação ou denúncia postando fotos, além de realizar o acompanhamento de seu chamado de forma ágil e prática.
    • Via portais www.1746.rio ou www.carioca.rio. Pelos portais o cidadão, além de acompanhar o andamento do seu chamado, tem a possibilidade de acessar notícias, vídeos, fotos e dados estatísticos sobre as principais demandas do serviço ou de cada região da cidade.
    Caso o cidadão não disponha de meios para acessar a Central de Atendimento 1746, poderá comparecer a uma das Regiões Administrativas – RA para registrar sua demanda. Para conhecer os endereços das Regiões Administrativas, o cidadão pode acessar o site http://www.rio.rj.gov.br/web/cvl/ra.

  • • Nome do solicitante e telefones de contato.
  • • Endereço completo do local da ocorrência, com ponto de referência
  • • Relatar a espécie animal encontrada.

Análise da presença e identificação de animais peçonhentos ou venenosos (aranhas, lacraias, escorpiões e lagartas) em residências, locais públicos, instituições públicas ou privadas e empresas.

• Orientação técnica e fornecimento de material informativo sobre aranhas, lacraias, escorpiões ou lagartas, visando a prevenção e o controle pelo responsável.
• Visita técnica para orientação e coleta de amostra para identificação da espécie, visando orientar medidas preventivas de acidentes e o controle adequado.

Se for possível e seguro, o solicitante poderá manter o animal contido em um recipiente, até a chegada do técnico.
Caso o cidadão tenha sido ferido por animal peçonhento, orienta-se a procurar uma das Unidades de Saúde (vide lista de postos de atendimento da SMS – Secretaria Municipal de Saúde) ou o polo de atendimento a acidentes com animais peçonhentos: Hospital Lourenço Jorge Av. Ayrton Senna, 2000 Barra da Tijuca, com atendimento Emergencial 24h, para acompanhamento médico.

O que este serviço não cobre

• Execução do controle desses animais, desinsetização, higienização.
• Espécies não analisadas pelo Centro de Controle de Zoonoses: abelhas, maribondos, cobras, sapos.

  • Lei Complementar nº 197/2018
    Decreto Rio nº 45.585/2018

  • Telefone Atenção: No município do Rio de Janeiro, as ligações para a central são realizadas através do número de telefone 1746. Para outras localidades, o número da central é (21) 3460-1746.
  • Aplicativo 1746 Rio O Aplicativo 1746 conecta o cidadão à Prefeitura do Rio. Você poderá solicitar mais de mil tipos de informação e serviços públicos municipais, além de poder acompanhar o andamento das suas solicitações.