Consulta ao Acervo do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro

Essas informações foram úteis?
O que é?
Acesso a informação comprobatória para fins de direito ou para fins de pesquisa no acervo de documentos textuais, iconográficos, audiovisuais e bibliográficos.
Resultados obtidos
  • Obtenção de documentação impressa
  • Consulta Presencial ao Acervo
  • Consulta Digital ao Acervo
Veja serviços relacionados em:
  1. Para consulta digital ao acervo da Biblioteca acesse o link abaixo.

  2. Para consulta digital ao acervo de Documentação Escrita acesse o link abaixo.

  3. Para acesso ao Arquivo Digital acesse o link abaixo:

  4. Para a consulta presencial, dirija-se ao Arquivo Geral da Cidade durante o horário de funcionamento, que vai das 10:00 às 16:00 horas, de terça à sexta-feira.

    O agendamento não é obrigatório, mas pode ajudar no seu atendimento. Neste caso, envie detalhes de sua pesquisa para um destes e-mails:
    Documentação Escrita: subdocescrita_cvl@rio.rj.gov.br
    Documentação Especial: sdespecial@pcrj.rj.gov.br
    Biblioteca: rodrigo.aurelio@rio.rj.gov.br

  5. No caso de reprodução de documentação probatória é necessário a autorização específica, conforme os formulários disponíveis na lista de documentação necessária.

    Em caso de dúvidas, contactar Subgerência de Documentação Escrita.
    Telefone: 22733141 - ramais: 227 ou 214
    E-mail: subdocescrita_cvl@rio.rj.gov.br

Documentação para casos especiais

Em caso de dúvidas, telefone: 2273-3141
Documentação Escrita: subdocescrita_cvl@rio.rj.gov.br - ramais: 227 ou 214
Documentação Especial: sdespecial@pcrj.rj.gov.br - ramais: 225 ou 212
Biblioteca: rodrigo.aurelio@rio.rj.gov.br - ramal: 201

O acervo do Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro remonta à época da refundação da cidade, em 1567. Até a Proclamação da República, os documentos originários do exercício da administração da cidade foram recolhidos ao arquivo da Câmara. Após a instalação do novo regime, com a criação da Prefeitura, os documentos produzidos pelo novo ente municipal juntaram-se aos custodiados pela Câmara Municipal.
Com o passar dos anos, arquivos particulares de interesse público foram anexados ao acervo, assim como novas mídias foram a ele incorporadas. Deste modo, um amplo conjunto documental, que versa sobre a cidade do Rio de Janeiro, com mais de 4 séculos de existência, encontra-se à disposição do pesquisador e do cidadão.

Acervo de Documentos Textuais
A documentação textual, sob gestão da Subgerência de Documentação Escrita, compreende dois tipos de registros: os documentos manuscritos e os documentos impressos. As datas-limites desta documentação são 1565 e 1985. Sua metragem é de 4.000 metros lineares de documentos textuais e sua quantidade ultrapassa a cifra de 3.500.000 de unidades.

Acervo Iconográficos
O acervo iconográfico é constituído ainda por mais de 4.500 unidades de cartões-postais, gravuras, desenhos e aquarelas, fotogravuras, cartazes, projetos e esboços arquitetônicos e estudos de logradouros. As datas-limites desta documentação são 1816-1965.

Acervo Audiovisual
O acervo audiovisual é formado por fitas magnéticas K7 e rolo, vídeos, slides, filmes, discos, CD´s, CD-Roms e vídeos ultrapassando a cifra de 2.500 unidades, cujas datas-limites são 1950-2016. Abrange uma variada gama de temas, desde eventos oficiais, como solenidades e festas de inauguração de escolas públicas, pronunciamentos e discursos oficiais, até palestras, cursos e seminários promovidos pelo AGCRJ. Também inclui programas da rádio Roquete Pinto, conferências, congressos, gravações de compositores populares, recitais de corais e de conjuntos regionais, leitura de poemas e crônicas de diversos escritores brasileiros e entrevistas e depoimentos de personalidades destacadas da história da cidade.

Acervo Bibliográfico e hemerográfico
Os acervos bibliográfico e hemerográfico são formados por cerca de 22.309 exemplares e 9.512 títulos de livros, 19.101 fascículos e 1.165 títulos de periódicos, perfazendo um total de 41.410 itens. Além disso, o acervo contém folhetos, teses e monografias e recortes de jornais de coleções particulares, relativos à cidade e à sua história administrativa, urbanística, social, econômica, política e cultural.