Atendimento clínico para animais Esporotricose- IVISA RIO

Essas informações foram úteis?
O que é?
Atendimento na Clínica Veterinária para casos de Esporotricose:, que é uma zoonose causada por fungos presentes no meio ambiente (solo, plantas, matéria orgânica) com apresentando como lesões nódulos e ulcerações (feridas) na pele da pessoa, do gato ou do cão, normalmente após arranhadura ou mordedura por gato doente. Acessar o serviço
ou
  1. Atendimento presencial nas seguintes unidades :
    Centro de Controle de Zoonoses: Largo do Bodegão, 150 Santa Cruz.
    Centro de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman: Avenida Bartholomeu de Gusmão,1120 São Cristóvão.

  • • Identidade
  • • CPF
  • • Comprovante de residência emitido nos últimos 90 dias.

Atendimento na Clínica Veterinária para casos de Esporotricose, que é uma zoonose causada por fungos presentes no meio ambiente (solo, plantas, matéria orgânica) com lesões apresentando nódulos e ulcerações (feridas) na pele da pessoa, do gato ou do cão, normalmente após arranhadura ou mordedura por gato doente.

Locais de atendimento e tratamento gratuitos para cães e gatos nas Unidades de Medicina Veterinária do IVISA RIO
• Centro de Controle de Zoonoses: Largo do Bodegão, 150 Santa Cruz.

• Centro de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman: Avenida Bartholomeu de Gusmão,1120 São Cristóvão.
As senhas serão distribuídas diariamente para organização do atendimento e por ordem de chegada .
Dias e horários: de segunda a sexta-feira, das 9h às 12h e das 13h às 16h.

Será fornecida a quantidade de Itraconazol suficiente para no máximo 90 dias de tratamento.

Informações importantes:

O medicamento Itraconazol é fornecido gratuitamente apenas para munícipes do Rio de Janeiro, e não será fornecido mediante receita de veterinários externos ao serviço do IVISA RIO.
Não será fornecido o medicamento mediante apresentação de receitas de veterinários externos ao serviço.
É indispensável a presença do animal para a retirada do medicamento.
Os animais com Esporotricose que morrerem devem ser cremados , não devem ser descartados no lixo ou sepultados. O Instituto Jorge Vaitsman oferece o serviço gratuitamente, mediante comprovação da doença por Médico Veterinário.
Notificação: Médicos Veterinários que desejarem fazer a notificação de casos suspeitos ou confirmados de Esporotricose, devem acessar o site da Vigilância Sanitária, clicar no link notifique aqui, preencher e enviar o formulário.
http://www.rio.rj.gov.br/web/vigilanciasanitaria/esporotricose

Informações complementares:
A castração é recomendável para o controle populacional dos gatos e diminuição da transmissão da doença através de brigas por território e pelas fêmeas. É oferecida gratuitamente no Centro de Controle de Zoonoses e no Centro de Medicina Veterinária Jorge Vaitsman.

O que este serviço não cobre

• Não há atendimento domiciliar para animais suspeitos de Esporotricose
• Não há remoção indiscriminada de cães e gatos – Lei Municipal 6453/2018.
• Não há remoção de animais suspeitos de Eporotricose que possuam tutor ou responsável.

  • Lei Complementar nº 197/2018
    Decreto Rio nº 45.585/2018
  • Telefone Atenção: No município do Rio de Janeiro, as ligações para a central são realizadas através do número de telefone 1746. Para outras localidades, o número da central é (21) 3460-1746.
  • Aplicativo 1746 Rio O Aplicativo 1746 conecta o cidadão à Prefeitura do Rio. Você poderá solicitar mais de mil tipos de informação e serviços públicos municipais, além de poder acompanhar o andamento das suas solicitações.